Seguidores

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Internet Lenta...vídeo

 

 Quem um dia não sofreu 
com uma internet tartaruga? rsrsrsrs
Eu sou uma que vivo neste dilema,

ao colocar no Youtube este vídeo 
eu tive uma espera de mais de 1h para baixar!
Esta poesia fala sobre isto...

como sofre um internauta!
Principalmente se a conexão da internet 

que ele possui é péssima...igual a minha!


sábado, 27 de outubro de 2012

Plágio de uma poesia de minha autoria em vários sites, me ajudem a divulgar!

Como consertar um coração partido?

Vai se despedaça coração partido
Esvai-se em sangue e perde o sentido
Rasga o meu peito e me abandona
Me solta, não me aprisiona!

Antes você não me incomodava tanto
Só que hoje é a razão principal do meu pranto
O que você quer eu não posso alcançar
Então morre no meu peito, antes de matar!

Aquieta-se, se silencia!
Não fale mais nada, não me deixe lembrar
Não quero mais a escuridão, quero o nascer do dia
Você é o principal motivo deste meu pesar


Você é quem domina a minha emoção
Deixe-me adormecer, tenha compaixão!
Ou então morre dentro de mim que eu preciso respirar
Sem você será um alivio, assim pelo menos eu vou deixar de amar

Hoje eu esgotei o meu estoque de lágrimas, 
num eterno lamentar
Mas você insaciável não quer uma gota, quer o mar!
Seu eu pudesse eu te afogava dentro de mim
Então iria perecer com o gosto do sal, 
deste meu choro sem fim

 Por eu te pertencer você vai me dominando. 
E isto até quando?
Se ficar sempre comigo, vai me fazer caminhar 
sempre chorando!
Se eu pudesse hoje eu te arrancaria com a minha mão
Porque agora no meu corpo 
você é só tristeza e aflição

Vai se quebra, se estilhaça e se desfaz
Assim serei livre, sem amor e sem amar
Viverei numa ilusão de felicidade e paz
Então serei uma morta viva pela vida a andar

Sem o coração dentro de mim a pulsar,
Percebo que nenhum mal eu fiz, 
eu até posso não ser feliz
porém eu terei a certeza de que nunca mais 
eu vou chorar!

 Janete Sales -Dany




Esta  poesia de minha autoria esta sendo plagiada em vários blogs e sites,
estou fazendo as denuncias e espero ter retorno, mas quero desde já,
mostar o primeiro link na qual eu postei esta poesia pela primeira vez na internet:

Em 24/11/2011
http://canto-cigano.blogspot.com.br/2011/11/como-consertar-um-coracao-partido-by.html

sábado, 20 de outubro de 2012

Para a velhice não existe alforria!




Para a velhice não existe alforria!
O espelho não mente e nunca vai mentir
Nunca chame um idoso de velho 
com o intuito de ferir!
Um dia este rosto que você vê no espelho 
terá as invencíveis marcas tempo
Não há como fugir, as transformações 
começam desde o nosso nascimento!
Sempre se é criança em qualquer idade,
ela está dentro do nosso interior !
É uma pena que este mundo 
não valoriza o que tem mais valor!
Os cabelos brancos 
demonstram mais sabedoria e não é o fim!
O tempo anuncia uma mudança para todos, 
para você e para mim!
Rir da velhice dos outros é agir de forma infantil
Daqui a pouco você é “velho” e nem viu!
Como pode alguém maltratar e caçoar 
daquilo que também vai ser um dia!
Todos irão presenciar a própria velhice 
e não existe alforria!


Janete Sales - Dany




TOME CUIDADO ESTA FILA É NOSSA!

A vida é uma fila imensa
Alguns estão chegando necessitando de cuidados
Será por isto o choro ao nascer?

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Um motivo a mais para dar um passo! By Janete Sales - Dany

Eu reclamei da vida e eu sei que é um absurdo
Eu tenho voz os meus lábios não estão mudos
Existem homens silenciosos sorrindo!
Eu me esqueci de agradecer a Deus 
a voz que da minha boca está saindo!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O poeta vive a poesia...By Janete Sales - Dany

O poeta vive a poesia
Nunca vive a própria vida
 
 
Fala da noite quando já é dia
Tem que sentir as lágrimas da partida
E muitas vezes sorrir em versos,
mesmo tendo uma vida vazia

Liberdade - Spatzo - By Janete Sales - Dany


Nós CIGANOS temos uma só religião:  

A Liberdade!

Por ela renunciamos a riqueza, ao poder, 
a ciência e a glória. 
Vivemos cada dia como se fosse o ultimo! 
Quando se morre deixa-se tudo...
A mísera carroça como um grande império 
e julgamos naquele momento que foi melhor 
ser cigano do que um grande rei.
Não pensamos na morte, não a tememos, eis tudo!

sábado, 13 de outubro de 2012

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O meu coração dói!

Se você quer que eu engula o ódio,
que eu me impregne dele,
 sinto muito, 
ele morre a partir de me encontrar!
Parece que você quer que eu o saboreie
Que eu o sinta correr nas minhas veias
Porém acredite eu sou o doce, 
em mim nunca pode habitar o amargo!

domingo, 7 de outubro de 2012

Não morra no deserto!

Deslize sobre as lembranças do passado 
e colha o que é favorável
E o que é desprezível esqueça;
 já passou, não seja miserável!
Entenda que as lágrimas que você chorou 
foram para exorcizar o mal
O sol sempre vai surgir de novo, 
mesmo depois do mais duradouro temporal!

Disperse a nuvem escura 
quando o seu céu parecer incerto
Saia de si mesmo a procura de soluções, 
não morra no deserto!
Faça de conta que você acabou de nascer
Deixe que brote no seu âmago 
um novo alvorecer!

Perguntas que não tem respostas!

E ai me diz o que fazer quando a palavra 
não se faz mais presente?
Quando a expressão de alegria se desfaz 
e o sorriso se faz ausente?
O que fazer se algo impreciso
arrebatou a minha vontade de falar?
O que dizer sem em vez de sorrir
 o que se quer é chorar?
Como saber se este é o momento certo, 
se pode ser agora?
Como retornar ao caminho de outrora?
Como demolir a nitidez das barreiras existentes?
Como aliviar os bloqueios 
que surgem aos poucos na minha mente?