Seguidores

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Eu fito as estrelas de perto!


Caminho na direção do horizonte
Liberdade é beber água na fonte
Carrego o orgulho do que eu sou
Muitos perguntam aonde eu vou
Prezo o meu pai; amo o meu filho!
Não me desvio jamais deste trilho
Nas noites escuras e outras de lua
Você já me viu caminhando na rua

O meu olhar dissimula um sofrimento
De ver que muitos teimam um silêncio
Como adormecer o terrível holocausto?
Pensamentos que me deixam exausto

Observo que ainda há tanto preconceito
Meu coração se revolta ansioso no peito
O certo mostra que não segue em frente
Padeço com as lágrimas da minha gente


Elimina toda angustia minha Santa Sara!
Confio e sei que ela não nos desampara
Sigo apesar de toda esta constante luta
 Eu jamais irei desviar a minha conduta

Deves saber quem eu sou e sem engano
Coragem e fé há no meu coração cigano
O meu ânimo se exprime no céu aberto
Desta forma eu fito as estrelas de perto
Janete Sales Dany
Todos os direitos reservados
 Poesia Registrada na Biblioteca Nacional

Licença Creative Commons
O trabalho Eu fito as estrelas de perto! de Janete Sales Dany foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.


http://caestamosnos54.blogspot.com.br/2014/03/xi-antologia-portal-cen-ca-estamos-nos.html
 Selo que recebi por participar 
da Antologia Virtual CEN XI Edição Fevereiro 2014, 
com esta poesia:
"Eu Fito As Estrelas de Perto" no portal CEN

2 comentários:

  1. Dany, parabéns pelo seu blog.
    Vi que você gosta de canto gregoriano e como não achei nenhum meio de mandar uma mensagem por e-mail, estou enviando a sugestão para você visitar a minha página: www.gregoriano.org.br - Lá você encontrará um bocado de músicas, vídeos e informações.
    Um abraço.
    Altair

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Altair!

      Obrigado amigo!

      Gosto sim de canto gregoriano,
      e será um prazer visitá-lo!

      Agradeço a presença
      e comentário tenha um ótimo dia!

      Um abraço!

      Excluir