Seguidores

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Santa Sara kali, eu ergo a minha mão...




Oh Santa Sara Kali
Que sempre iluminou os caminhos dos Ciganos
Traga a Tua luz para clarear qualquer desengano
Não permita que o mal sobressaia sobre o que está certo
Coloca a Tua força e aniquile a maldade que estiver por perto
Não deixe que a calúnia impere sobre toda verdade
Afaste dos meus passos os que gostam da perversidade
Oh Santa Sara que atravessou o mar da aflição...
E venceu as ondas gigantescas com a luz do coração!
Ilumine as trevas que querem me consumir
Esteja ao meu lado e embace o olho mal que quer me destruir!
Santa Sara kali, eu ergo a minha mão...
Eu sinto a Tua proteção!

 Janete Sales Dany
19/06/2015
Poema@protegido por lei 
T 5282580

Licença Creative Commons
O trabalho Santa Sara kali, eu ergo a minha mão... de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário