Seguidores

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

A VOZ - Soneto Alexandrino



Tem algo estranho em mim, voz repleta de dor
Corrompe o meu sentido, e todo instante insiste
Ela alcança o meu sol, e fulmina o esplendor!
Ás vezes esbraveja e assim eu vago triste

Um dano sempre vem, não tem nenhum pudor
Nem ouso reclamar e bem sei que persiste
Tem hora que me engana, o olhar é acolhedor...
Faz questão de se impor, enlaça e não desiste

Há algo estranho lá dentro e quer me convencer...
Diz coisa sem razão, senhora da ilusão!
Brinca na minha mente e pensa em me vencer

Voz que anoitece a vida e o sol brilha lá fora
E assim vou padecendo, aturando a prisão...
Esta, que só me prende e está falando agora...

Janete Sales Dany
Poema @ registrado e imortalizado
na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
No Livro Soneto Amor Eterno e Outras

Utilizei o programa GIMP para fazer o GIF
Veja um exemplo da primeira foto:
Abri a foto no Gimp, fui em:
 Filtros, Distorções e Deformação Interativa
Raio de deformação: 9
Quanto deformar:0,16


Para deformar levemente optei por esta numeração.
Proporcionou o movimento da boca
dos olhos e da luz, com muita leveza.

Licença Creative Commons
O trabalho A voz - soneto alexandrino de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Exemplo de Soneto Alexandrino
Sílabas tônicas que são obrigatórias na 6ª e 12ª sílaba

14 versos, 4 estrofes
Brinca na minha mente e pensa em me vencer
Brin/ca/ na/ min/ha/ men/te e/ pen/sa em/ me/ ven/cer
Dois hemistíquios cada um com 6 sílabas
Brinca na minha mente 
e pensa em me vencer
Brinca na minha mente e pensa em me vencer
Neste verso a elisão foi feita com a vogal "e"



CARTA DE UMA MÃE NO ASILO 
POESIA MAIS POPULAR NO BLOG

2 comentários:

  1. Belíssimo Poema. Triste mas que toca os nossos sentidos e faz refletir...
    Mais um trabalho em maestria!
    Parabéns, Poeta dos Valores!
    Sempre te aplaudindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite querida amiga Marcia Cristina!
      Uma honra receber a sua nobre presença.
      Fico imensamente feliz que tenha apreciado.
      Sou grata a vida por tê-la na minha estrada poética!
      Um Feliz Natal e uma Ano Novo de paz
      Volte sempre
      Beijos no coração

      Excluir