Seguidores

domingo, 18 de dezembro de 2016

Extraterrestre - Soneto Decassílabo Heroico



O extraterrestre diz que sabe tudo
E circula entre a gente todo dia 
Nada pergunta, até penso que é mudo!
Estuda a raça humana e não copia...

Esperto e mais do que nós, não me iludo...
Quer saber a razão desta sangria
A desculpa é que é culpa do chifrudo
Exterminam a paz; toda harmonia...

O extraterrestre vê nosso pesar
Quem sabe nos prepare para amar
Ele acredita numa lei divina

E muitos deles vivem entre a gente
Querem evitar a guerra existente
Descem a todo instante na campina...

Janete Sales Dany
Poema@registrado e imortalizado
na Biblioteca Nacional no livro:
Soneto Amor Eterno e outras


Licença Creative Commons

O trabalho Extraterrestre - Soneto Decassílabo Heroico de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


4 estrofes
2 de quatro versos
2 de três versos
10 sílabas poéticas.
Com acentuação tônica: 
na 6ª e na 10ª silaba

Como fiz a animação (GIF)
na primeira foto:
Abri a foto no Gimp, fui em
 Filtros, Distorções e Deformação Interativa
Raio de deformação: 15
Quanto deformar:0,25

Para deformar levemente optei por esta numeração.

Proporcionou o movimento da boca
dos olhos e da luz, com muita leveza.



Você também pode gostar:
CARTA DE UMA MÃE NO ASILO 
POESIA MAIS POPULAR NO BLOG

Nenhum comentário:

Postar um comentário