Seguidores

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Seu nome é: MÃE



Queria lhe segurar no colo, 
mas você não quer colo...

Queria abrir os caminhos para você passar, 
mas seu corpo se fez rochedo.

E qualquer caminho, você enfrenta, 
mesmo que seja de pedras...

Queria lhe dizer: Se aquieta!

Mas você é amor, 
e o amor tem uma coragem a cada manhã

A de se esquecer para ver 
um sorriso em outra boca!

Queria chorar suas lágrimas, 
mas você não chora mais.

A vida lhe fez tão forte 
que você esmaga seus medos com os olhos.

Este olhar firme que diz: 
Estou pronta para mais e mais...
Seu nome é: MÃE

Por Janete Sales Dany
Poema@protegido por lei

Fiz um vídeo para homenagear minha mãe.
Nele está este poema.
E um Soneto Decassílabo Heroico:
Amor incondicional





Mãe… São três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o Céu tem três letras…
E nelas cabe o infinito.



Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer…
Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do Céu
E apenas menor que Deus!

Mário Quintana

Nenhum comentário:

Postar um comentário