Seguidores

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

AGREDIDA - Soneto Decassílabo Heroico



Afaste a minha vida do olho mal
Que só cerca e reprime sem piedade
Ele diz que sou dele, isto é normal?
Fala que me ama, quanta falsidade...

Minha alma treme em frente do“animal”
Macera a pele como tempestade
Liberte a minha vida do olho mal
Recebo flores roxas, só crueldade!

Existe sol? Eu quero conhecer...
Em cada agressão vejo escurecer
Ele alerta que não devo gritar

Amor é proteção, eu não conheço!
Houve quimera, a farsa do começo...
Promessa e gentilezas num altar


Janete Sales Dany
Recanto das Letras:T6099959
Poema@Protegido por lei
Poema@registrado e imortalizado
na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
No livro:Soneto Lobo do Gelo e outras
Numero: 9267/17
Este Soneto já possui um vídeo:
Agredida - Soneto Decassílabo Heroico




Licença Creative Commons
O trabalho Agredida de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Quais são os tipos de abusos classificados 
pela Lei Maria da Penha?
Violência Sexual, Violência física. 
A violência moral e psicológica 
também são umas das categorias, 
pois aos poucos destroem 
a personalidade de uma mulher.
Tudo que fere a integridade 
de uma mulher deve ser repudiado.
Para denunciar alguma violência 
contra mulher ligue para 180.
A ligação é gratuita.

Por final compartilho um link 
que demonstra o horror:
G1 reúne mais de 4 mil notícias 
de violência contra a mulher em 10 anos

É assustador ver que 
estamos distantes da paz:

Fonte:

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/08/g1-reune-mais-de-4-mil-noticias-de-violencia-contra-mulher-em-10-anos.html
http://g1.globo.com


As imagens do vídeo 
e desta publicação são só ilustrativas, 
pertencem ao site Pixabay (Domínio Público)

Nenhum comentário:

Postar um comentário