Seguidores

quinta-feira, 6 de março de 2014

As loucas fantasias de um poeta sonhador!


Eu vou vencer, vou exceder tudo o que eu quero ser...
Do mar eu não serei o sal, serei a magnitude imortal
Do relógio eu não serei os ponteiros, serei o tempo certeiro
Da rua eu não serei o piso, serei quem te espera com um sorriso

Eu vou ascender, vou viver além do que eu posso ver
Do pássaro eu não serei a leveza, serei o voo da certeza
Da lágrima eu não serei a aflição, serei a sapiência da lição
Da poesia eu não serei a linha, serei a emoção de quem escrevinha

Eu vou renascer, serei a convicção do dia que quer se erguer
Serei a chuva almejada, descerei com força sobre a terra trincada
Serei a candeia na escuridão, as palavras de fé numa linda canção!
Serei a alma da esperança, andarei com os passos firmes da confiança


Eu vou ser o melhor do que pode existir; 
tudo aquilo que te faz sorrir
Do arco-íris eu serei as cores; 
do jardim encantado eu serei as flores
Do palhaço eu serei a mímica, 
do amor entre os amantes eu serei a química
Da vida eu serei um lindo sonho; 
se me roubarem as estrelas, eu as reponho! 

 Janete Sales Dany


Licença Creative Commons
O trabalho As loucas fantasias de um poeta sonhador! de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Nenhum comentário:

Postar um comentário