Seguidores

domingo, 18 de outubro de 2015

Soneto Cura - Decassílabo Heroico



Olho para o elevado e reconheço...
Sei que estou me curando neste instante
Anjos me acodem quando me entristeço
Hei de alcançar a estrela mais brilhante

O amor reluz em mim quando adormeço
Quando desperto sou vida exultante
Viver é prosseguir num recomeço...
A paz a se ostentar no meu semblante!

Sempre o amanhecer para renascer
Fitar o céu só para agradecer...
Valorizar o chão que me segura

O ímpeto vem repleto de uma luz
Pois ao meu lado sempre está Jesus
Jamais irei temer a noite escura

Janete Sales Dany
Poema@ Registrado na Biblioteca Nacional
No Livro Cântico da Eternidade e Outras
Página: 24 Registro: 698251
Licença Creative Commons
O trabalho Soneto Cura de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

13 comentários:

  1. Simplesmente maravilhosos poemas e lindíssimas poesias de autoria de Dany. Amor, Amizade, Ternura, Fé e Emoção: componentes da obra de Dany que nos arrebata. Assim se faz literatura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde querido amigo e escritor Mauro Martins.
      Obrigado pelas palavras generosas.
      Pela presença que ilumina.
      Fico imensamente feliz que gostou,
      volte sempre
      Uma tarde repleta de paz
      Meu abraço amigo!!!

      Excluir
  2. Lindo... "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim". Chico Xavier.

    ResponderExcluir
  3. Certa época o prefeito de uma cidade goiana, convidou um padre extraordinário, para que todas as segundas feiras, ele desse uma palestra para os funcionários daquela instituição pública com intuito de melhorar o ambiente de trabalho entre os funcionários. Numa dessas palestras o padre disse: "Nunca devemos dizer que temos uma vida toda pela frente, pois pode ser que já vivemos a metade e só nos resta alguns anos e que façamos do que nos resta o melhor o que melhor possível".

    ResponderExcluir
  4. Ao relatar a possibilidade de estar com duas doenças autoimune, o médico me disse: "viva cada dia de uma vez, o melhor possível e não se preocupe com o futuro". Neide Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde querida Neide Moraes
      Obrigada pela linda presença,
      pelas palavras que somam a esta publicação.
      Bela mensagem amiga
      Agradeço de coração
      Um grande abraço

      Excluir
    2. Ao visualizar "soneto cura", chamou minha atenção porque foi escrito ou postado no dia do meu aniversário 18/10. Eu que agradeço de coração por estar nesta página que nos transmite muita paz! Abs

      Excluir
  5. Gostaria, se houver uma oportunidade, de falar sobre o Rio Doce. Mas o que falaria seria do ponto mais espiritual. Claro da grande responsabilidade dos proprietários que foi destruindo a natureza ali ao redor, pois onde é serra é reserva permanente por ser arenoso e pode desmoronar com grande temporal.Portanto, na vida nada é por acaso. Se eu disser que o pessoal daquela região tinha que passar por tudo aquilo talvez iria se revoltar, mas Deus não é injusto. "Há séculos ou décadas, a espiritualidade já sabia que ali no Rio Doce iria acontecer uma tragedia, poderia ser de pequena ou grandes proporções, dependeria o que os proprietários iriam fazer daquele lugar melhorar ou destruir. Pessoas que tinham resgates a ser cumpridos naquele sentido, nasceram ali, não foi por acaso". Mas por outro lado, os responsáveis criaram débitos gravíssimos. Há coisas que tem que acontecer, mas ai daquele que provocar. aquele desastre ecológico poderia ser de pequenas proporções. Mas tudo contribui para que o ser humano se torne melhor. As empresas similares se precaverão, com a ecologia e manutenção. Também as pessoas se tornam mais fraternas e solidárias. Lembra nada foi por acaso.

    ResponderExcluir
  6. Lembei-me de uma palestra sobre Cura, ministrada por um grande estudioso palestrante espírita no Brasil e Exterior, Doutor em física. Então ele disse, a saber: "Há doenças incuráveis, nem pode curar, porque é a cura da pessoa". Ele se refere essas doenças sendo uma forma de curar a pessoa como se humano. Às veze, é por meio de uma dessas doenças que as pessoas se voltam pra dentro de si mesmas, revendo os verdadeiros valores da vida, aprendendo a valorizar a família, a ser mais humildes. Dar valor as coisas simples. Se a pessoa aceitar sem revolta é um grande crescimento espiritual para ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Neide...
      Obrigada pela linda presença e pelas palavras que iluminaram esta publicação.
      Gratidão... pelo interesse nas linhas que saíram de minha alma.
      Volte sempre
      Sempre será bem vinda
      Feliz 2016, muita paz, luz e amor!!
      Mil abraços

      Excluir
  7. Sendo hoje o primeiro dia do ano de 2016, aproveito para lhe desejar muita paz e agradecer sua atenção! Também tive a oportunidade de compartilhar com outra pessoa assim poeta e muito especial para mim, SHEILA KOSTA, a qual me acrescentou muito. Abs

    ResponderExcluir
  8. Lindo e doce poema em forma de soneto. Fez-me lembrar Gióia Júnior em seus melhores momentos de poeta. Parabéns, querida amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia querido amigo Gilberto Leite. Iluminou minha manhã. Fico feliz que minhas linhas tenham lhe trazido estes sentimentos, e a comparação com este grande mestre das letras "Gióia Júnior", é um estímulo grandioso, agradeço a generosidade. Que sua quinta-feira seja de paz Volte sempre Abraço

      Excluir