Seguidores

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Soneto Alexandrino - A Semente - Corrigido



Esquecida na terra e pronta para a morte
Sem rega, sem amor, tão triste o afastamento
Ás vezes tinha sol... E chuva, só com sorte
Desprezavam sem dó, cenário de tormento

E assim, ficou sem luz, padecendo sem norte
Romper o chão, nascer? Nunca, que desalento!
Tempo passou veloz, e nada que conforte
Mas algo reluziu, e surgiu novo alento:

Primavera de amor! De amáveis beija-flores!
A semente explodiu, despertou para a vida
Descobriu que era flor, horizonte de cores

O céu quis proteger...Trouxe a chuva bendita!
Uma benção de Deus! Nunca foi esquecida...
Luz do sol aqueceu...Compaixão infinita!

Janete Sales Dany
Poema@ todos os direitos reservados
Registrado e imortalizado na Biblioteca Nacional
do Rio de Janeiro no livro:
 "Soneto Lobo do Gelo e outras"
Página 07





A métrica utilizada neste Soneto:

Es/que/ci/da /na /TE/rra, e/ pron/ta /pa/ra a/ MOR/te
Sem/ re/ga,/ sem/ a/MOR/, tão/ tris/te o a/fas/ta/MEN/to
Ás /ve/zes/ tin/ha /SOL/... E/ chu/va,/ só/ com/ SOR/te
Des/pre/za/vam/ sem //, ce/ná/rio/ de /tor/MEN/to!

E a/ssim/ fi/cou/ sem/ LUZ/, pa/de/cen/do/sem /NOR/te
Rom/per/ o /chão/, nas/CER?/Nun/ca,/que/de/sa/LEN/to
Tem/po/ pa/ssou/ ve/LOZ, /e/ na/da/que/ con/FOR/te
Mas/ al/go/ re/lu/ZIU,/ e /sur/giu /no/vo a/LEN/to:

Pri/ma/ve/ra/ de a/MOR/, de a/má/veis /bei/ja-FLOres!
A/ se/men/te ex/plo/DIU,/ des/per/tou/ pa/ra a/VI/da
Des/co/briu /que e/ra /FLOR, /ho/ri/zon/te /de/ CO/res

O/ céu/ quis/ pro/te/GER.../Trou/xe a /chu/va/ ben/DI/ta!
U/ma/ ben/ção/ de/DEUS!/Nun/ca/ foi /es/que/CI/da...
Luz /do /sol/ a/que/CEU.../Com/pai/xão/ in/fi/NI/ta!

Por Janete Sales Dany
Sílabas tônicas que são obrigatórias na 6ª e 12ª sílabas
14 versos, 4 estrofes

Algumas vogais se unem e são separadas 
de forma diferente da contagem silábica gramatical
Exemplo:Primavera de amor! De amáveis beija-flores!
Sílaba gramatical:
Pri/ma/ve/ra/ de/ a/mor/! 
De/ a/má/veis/ bei/ja/-flo/res!]

Sílaba Métrica:
Pri/ma/ve/ra/ de a/MOR/, 
de a/má/veis /bei/ja-FLOres!

Neste soneto um exemplo vou dar
separação de sílaba poética "escansão" :

Esquecida na terra, e pronta para a morte
Es/que/ci/da /na /TE/rrA, E/
 pron/ta /pa/ra a/ MOR/te
Dois hemistíquios cada um com 6 sílabas
Neste verso a elisão foi feita com a vogal "A e E"


Esquecida na terra, e pronta para a morte


Terminar todos os versos 
com palavras paroxítonas 

(chamadas de palavras graves 
por Bilac e Passos).



Meus poemas estão no meu canal de YouTube

e este Soneto Alexandrino 
está em vídeo também:


Instruçoes de como fazer um Soneto

Teoria literária sobre sonetos
Encanto dos Sonetos na Vida do Poeta
Sílabas Gramaticais e sílabas métricas

Links fornecidos pela 
Querida Amiga Escritora Sílvia Mota:

O encanto dos sonetos na vida do poeta


Sílabas gramaticais 
e sílabas métricas: diferentes?

6 comentários:

  1. Querida Janete, estou feliz, porque percebo que procuras seguir as orientações. Apenas, esqueceste de corrigir, nos fotopoemas, no quarto verso da primeira estrofe, a palavra "cenário", em substituição à palavra "mundo".
    Permita-me deixar aqui, para os interessados na matéria, alguns links para os meus artigos:

    O encanto dos sonetos na vida do poeta
    http://peapaz.ning.com/group/teorialiteraria/forum/topics/encanto-dos-sonetos-na-vida-do-poeta
    https://www.recantodasletras.com.br/teoria-literaria-sobre-soneto/3224320
    http://www.silviamota.com.br/visualizar.php?idt=3224320

    Sílabas gramaticais e sílabas métricas: diferentes?
    http://peapaz.ning.com/group/teorialiteraria/forum/topics/silabas-gramaticais-e-silabas-metricas-diferentes
    http://www.silviamota.com.br/visualizar.php?idt=3224312
    https://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/3224312

    Parabéns, Janete!
    Teu estudo produz belos frutos.
    Beijosssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia querida amiga Escritora Sílvia Mota!
      Foram os anjos que lhe trouxeram nesta manhã...
      Ainda estava com o fotopoema aberto,
      no PhotoScape e foi só mudar a palavra MUNDO
      para CENÁRIO.
      Como foi um soneto corrigido,
      acho que me confundi na hora! Rsrsrs
      Ainda bem que no vídeo declamado foi certo!
      Kkkkkk até me assustei e fui ver.
      Gratidão, querida mestra!
      Minha admiração por você,
      Só cresce a cada dia!
      Por trás de avanços em nossa vida existem pessoas
      Iluminadas:
      VOCÊ: Que sempre me encorajou a fazer sonetos
      E me mostrou muitas vezes que estava errado.
      Para que eu pudesse rever e tentar de novo!!!
      Vou tentando, errando e acertando.
      Meu respeito, meu carinho, minha admiração
      Quanto aos links que você gentilmente ofertou
      para os que se interessarem, vou colocá-los
      nesta publicação! Uma honra a sua presença
      a iluminar minha manhã! Volte sempre!
      Beijos no coração

      Excluir
    2. Querida amiga e poeta Janete Sales, para mim, é uma grande felicidade visitar o teu blog, tão bem construído. Lindo, na forma e na essência! Quanto ao nosso aperfeiçoamento, na concretização dos sonetos, é assim mesmo - evoluímos dia a dia, sempre. Basta-nos estudo, dedicação e, principalmente, MUITA inspiração, o que tens de sobra. Mais uma vez, PARABÉNS! Beijossssssssss

      Excluir
    3. Querida amiga escritora Sílvia Mota.
      Gosto muita da gratidão, e é claro que a tua luz iluminou a minha vida. A nossa convivência todos os dias na estrada da poesia fez com que eu passasse a amar e almejar loucamente os sonetos.
      Obrigada por existir, noite de paz!
      Beijos

      Excluir
  2. ´














    É mais do que uma linda obra literária; é uma lição de vida; é o retrato de sua alma; é seu coração se transportando para o papel!...MEUS PARABÉNS!...AMEI DEMAIS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia querido amigo escritor Geraldo Coelho Zacarias ^_^ Muito lindo o que falou... Uma honra a sua presença a iluminar minha tarde! E fico muito feliz que apreciou, gratidão!!! Volte sempre Bjs

      Excluir