Seguidores

sábado, 18 de julho de 2015

Soneto Primavera - Decassílabo Heróico




Adoro quando nasce a primavera
Flores se abrindo em todo meu jardim
Estimo demais, nisto sou sincera...
Sempre prezo o perfume do jasmim

Tanto esplendor, parece uma quimera...
Amo e vou contemplar; cores sem fim!
É só numa estação, mas vale a espera
Linda rosa que ostenta a cor carmim

A cada instante surge outra atração
É tanta perfeição, trina azulão!
A vida com mais paz, e mais amor!

Primavera que encanta a nossa vida!
Flores sublimes, cravo e margarida
Um louvor para o amado beija-flor

Janete Sales Dany
Poema @ registrado na Biblioteca Nacional

Livro:
O Amor Morre e não vejo compaixão e outras. 



Licença Creative Commons
O trabalho Soneto Primavera de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.



4 comentários:

  1. Que show de beleza teu soneto. Parabéns e bom domingo, Dany.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia querida Amiga Edith Lobato!
      Obrigada pela linda presença e estímulo.
      Fico muito feliz que tenha gostado.
      Volte sempre.
      Uma semana repleta de paz
      Beijos no coração

      Excluir
  2. Janete.
    A muito estou em falta com minhas visitas sempre fui fiel
    com todos , mas de repente muita coisa muda aqui do outro lado da telinha.
    Hoje saudosa venho deixar um abraço.
    E importante ressaltar meu carinho de dedicação pelos poetas e poetisas.
    Beijos..Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida Ivanir!
      É uma honra receber a tua presença.
      Uma semana repleta de paz
      Volte sempre
      Beijos
      Janete

      Excluir